Pastoral | Juventude

DEFINIÇÃO

A pastoral da juventude é a ação organizada dos jovens que são igreja na paróquia, junto com o pároco, diáconos e com toda a comunidade, para aprofundar a vivência da sua fé e evangelizar outros jovens a fim de que se transformem em homens e mulheres novos e agentes de construção da nova sociedade, guiados pelos critérios Evangélicos.

OBJETIVO GERAL

Desenvolver uma ação coordenada e oficializada pela Igreja no meio da juventude paroquial, animada pelo Plano de Evangelização da Diocese e assumindo os objetivos do Plano Pastoral de Evangelização da nossa Paróquia. Levando os nossos jovens através dos seus grupos a refletir sobre a realidade onde vivem e atuam, sobre a pessoa e a prática de Jesus, sobre a missão e o jeito de ser Igreja, sobre o homem novo e a nova sociedade que sonhamos. Capacitando-os para transformar-se em pessoa nova, através de uma autêntica vivência do Evangelho. Impulsiona-lo para Evangelizar e transformar a realidade, onde: mora, trabalha, estuda, se diverte, de acordo com os valores cristãos.

OBJETIVO ESPECÍFICO

I. Buscar o encontro pessoal com Jesus Cristo e com o seu projeto de libertação, fazendo disso o fundamento e motor de toda a vida e ação de cada jovem da paróquia;

II. Levar os jovens da paróquia a perceber que na vida de comunhão eclesial, esse encontro com Jesus e melhor facilitado, manifestado, celebrado e alimentado;

III. Fazer acontecer nos grupos de base, o relacionamento pessoal, a comunicação, a divisão de tarefas e participação nas decisões da pastoral;

V. Ser fermento na comunidade levando a todos os jovens, pelo testemunho de vida e pela ação missionária, a novidade do Evangelho;

VI. Oferecer a todos os jovens da comunidade condições para que encontrem na proposta de Jesus o caminho da libertação integral;

VI. Estimular nos jovens da comunidade o espírito de caridade para com os pobres, necessitados e marginalizados da sociedade;

VII. Ajudar os jovens a descobrirem sua responsabilidade social e colocar suas capacidades e potencialidades a serviço dos empobrecidos, a começar pelos próprios jovens;

VIII. Integrar-se na comunidade paroquial com as demais pastorais, para realizar as prioridades da paróquia;

IX. Conscientizar os jovens que são eles apóstolos dos outros jovens, e treina-los para o exercício da missão;

XI. Conscientizar a juventude da paróquia para a necessidade de assumir o ministério da catequese da primeira eucaristia e crisma à nível paroquial;

XI. Promover encontros para formação humana e cristã;

XV. Promover encontros conjunto com a pastoral vocacional, para despertar nos jovens o auto -descobrimento e conhecimento de suas aptidões;

XVI. Unir os grupos de Jovens da Paróquia;


Desenvolvido por CMC Multimídia